Um perigo chamado Andador



Ainda há, infelizmente, quem ainda use andador para as crianças. A justificativa é quase sempre "ajudar a criança a andar" ou ainda de "ser um local seguro para os pais poderem cumprir as atividades do cotidiano". O que quase ninguém sabe é o perigo que o andador expõe a criança. Muitos estudos são feitos e até então não se encontrou benefícios que esse brinquedo possa trazer. Na verdade, com seu uso diário, a criança perde a noção de espaço e perigo, adquirida com o engatinhar e andar, aumentando potencialmente o risco de quedas graves. Segundo o Departamento de Segurança da Sociedade Brasileira de Pediatria, a cada 3 crianças que usam andador, 1 sofre traumatismo craniano.

A falsa sensação de segurança faz com que os pais diminuam os cuidados e a criança fique a vontade para alcançar lugares e objetos como degraus, panelas e produtos de limpeza. Além das quedas, afogamento, queimaduras e intoxicação estão entre os acidentes que podem ser causados pelo uso do andador.

Se tratando do desenvolvimento motor, usar andador pode causar posições viciosas e até deformidades das pernas, que quase sempre ficam abertas e na ponta dos pés e os músculos ficam mais fracos, e então, ao contrário do que as pessoas pensam, o uso do produto faz com que a criança demore aida mais para andar.

No Canadá, desde 2007, a fabricação, venda e uso de andador é proibida por lei, os Estados Unidos e países da Europa também caminham para tal proibição. No Brasil existe um Projeto de Lei (n 4926/2013) que visa à proibição da fabricação, venda e utilização de andador infantil em todo o território nacional, estando em acordo com a posição da Sociedade Brasileira de Pediatria e diversas outras instituições e profissionais voltados para a saúde da criança.

Com certeza a supervisão de um adulto evita que muitos acidentes aconteçam, independente do uso do andador. Por isso é importante que a criança fique em um espaço livre e seguro para se desenvolver, que possa se locomover sozinha: seja rolando, se arrastando ou engatinhando, pois, essas fases são marcos motores importantes para o desenvolvimento Neuropsicomotor da criança. O estímulo para andar também deve acontecer na idade certa e já existem alguns brinquedos seguros de empurrar que ajudam o bebê a dar seus primeiros passinhos.

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

Copyright © Dialogar 2018